Notícias

14/04/2017

LEMBRETE DA SEMANA - INFARTO DO MIOCÁRDIO

As doenças cardiovascular (DCV) são responsáveis por mais de 25% de todas as mortes, anualmente, nos Estados Unidos e a principal causa de morte em todo mundo.

Mais de 500,000 americanos sofrem infarto a cada ano.

Muito destas mortes ocorrem subitamente, sem nenhum aviso prévio. Mesmo os exames que, rotineiramente, são realizados em um check-up tais como exames de colesterol e suas frações, eletrocardiograma, Teste Ergométrico e Ecocardiograma são incapazes de detectar a possibilidade de um infarto.

Na maioria das vezes o infarto, se apresenta com dor no peito opressiva e sintomas típicos, frequentemente com sintomas atípicos do tipo dispnéia, tontura, fadiga,  ou Morte Súbita, sendo esta muitas vezes, a primeira manifestação da Doença Aterosclerótica Coronária.

Em geral, o infarto ocorre neste grupo de indivíduos assintomáticos, devido a pequenas placas ateroscleróticas que sofrem erosão ou rutura e assim, expoem material altamente trombogênico que, em contato com o sangue ( substâncias químicas, plaquetas circulantes) produzem a formação do trombo que oclui a artéria e leva a Necrose do Músculo Cardíaco, causando o infarto.

Orientação importante - A prevenção das doenças do coração e do infarto deve começar muito cedo, desde a escola. Prevenir a obesidade e o sedentarismo são ferramentes importantes, tratar a Hipertensão Arterial, Diabetes, Dislipidemias, evitar o fumo , o excesso de álcool, o stress e a obesidade são fundamentais do ponto de vista da Cardiologia Preventiva.

Dr. Ítalo Kumamoto

Cardiologista do Hospital Memorial São Francisco - CRM-987 - Pb