Notícias

1651742437_2d0e05_memorial__info_05_mai-1200x412.png

maio 5, 2022 Notícias

5 de maio é considerado o Dia Mundial da Higiene das Mãos. A pandemia da Covid-19 mostrou a importância de um ato tão simples: lavar bem as mãos pode salvar vidas. Em 2021, um estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mostrou que, na Europa, quase 9 milhões de infecções associadas aos cuidados em saúde são registradas anualmente; elas são conhecidas por infecções nosocomiais, podendo acontecer durante a internação ou após.

Lavar as mãos parece um ato banal, mas é uma atitude que faz toda a diferença no dia a dia. Tanto os profissionais devem ter essa prática como os acompanhantes. Dessa forma, haverá muito mais segurança. Erika Santiago, enfermeira do Serviço de Controle de Infecção, dá algumas dicas de como manter às mãos sempre bem higienizadas:

“A higienização das mãos pode ser realizada com água e sabão ou álcool em gel. Sempre que houver sujidade visível nas mãos, a água e o sabão devem ser a escolha. E dentro das instituições de saúde, preconizamos 5 momentos para a realização da higienização das mãos: antes do contato com o paciente, antes de realizar qualquer procedimento, após tocar no paciente, após tocar mobílias próximas a ele e após ter contato com qualquer fluido ou secreção”.

O Hospital Memorial São Francisco está sempre conscientizando sua equipe para a prevenção, e, nos dias 4 e 5 de maio, realizou uma gincana intitulada “Você passa ou repassa a infecção?”. O momento reuniu várias equipes para testar habilidades e conhecimentos. Foi uma experiência muito interessante, pois foi comprovado que o time do Memorial sabe se cuidar e cuidar do outro. As equipes vencedoras receberam um troféu, e foram sorteados vários brindes entre os participantes.

A higiene das mãos é uma das ações mais eficazes que podem ser executadas para reduzir a propagação de vírus e bactérias e, assim, evitar infecções. Essa luta é de todos, tanto dos trabalhadores da saúde quanto da comunidade em geral. Hoje e sempre, é necessário manter uma cultura ativa de higienização.

Gostou do texto? Continue a sua leitura conferindo a nossa última matéria, que abordou as ações do nosso hospital referentes ao Abril Verde e Laranja. Siga o Memorial no Instagram e acompanhe todas as novidades em primeira mão.


1651080802_a068e8_memorial__info_banner27_abr-1200x412.png

abril 27, 2022 Notícias

Na manhã dessa terça-feira (26/04), o Instituto Felipe Kumamoto e o Hospital Memorial São Francisco realizaram uma ação social inédita no Clube do Idoso, bairro do Altiplano Cabo Branco. Participaram da ação enfermeiros e estudantes de Medicina, que atuaram ativamente na aferição de pressão, realização de testes de glicemia e no oferecimento de orientações médicas.

Após a ação, os presentes participaram de uma palestra especial com o cardiologista Dr. Ítalo Kumamoto, diretor do nosso hospital. Na ocasião, ele orientou os idosos sobre como se portar diante da hipertensão e também como se prevenir diariamente. Após a palestra, Dr. Ítalo abriu espaço para perguntas, e o evento se estendeu por toda a manhã.

No fim, a iniciativa deu tão certo que já se transformou em uma ação mensal, lá mesmo no Clube dos Idosos. Ao todo, foram atendidos, em média, cerca de 80 pacientes. Confira como foi:

Gostou do texto? Continue a sua leitura conferindo a nossa última matéria, que abordou dicas essenciais de cuidado e prevenção contra a hipertensão. Siga o Memorial no Instagram e acompanhe todas as novidades em primeira mão.


1650987653_d58429_memorial__info_banner26_abr-1200x412.png

26 de abril é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, instituído pela Lei nº 10.439/2002. Seu objetivo é conscientizar a população em relação aos perigos dessa doença. O cardiologista Dr. Ítalo Kumamoto, Diretor do Memorial, chama atenção para os números da hipertensão no Brasil: “Segundo dados da SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia), cerca de 33% da população adulta sofre de pressão alta, somando em média 38 milhões de brasileiros”. Ele ressalta que, desses, apenas 50% estão tomando algum medicamento para controlar o problema e, que, ao observar a quantidade de pacientes que estão efetivamente controlando a doença, a estatística chega a 15%.

Esses dados chamam atenção e mostram a impotência da conscientização da população para a prevenção da hipertensão. O cardiologista explica que ela age muitas vezes de forma silenciosa e vai enrijecendo as artérias, levando a um estreitamento das paredes desses vasos. As causas podem ser diversas: fatores genético, sedentarismo, consumo abusivo de sal, tabagismo, sobrepeso, stress, diabetes mellitus, consumo de bebidas alcoólicas e até pelo uso contínuo de alguns medicamentos. “É preciso ficar alerta pois, ela pode causar diversas doenças como: Infarto no miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência renal, aneurisma e doenças microvasculares que atingem principalmente o cérebro levando mais precocemente a doença de Alzheimer, enfatiza.

É necessário estar sempre verificando a pressão, uma vez que o limite máximo dela em repouso é de 13 por 8. Para valores acima destes números, o indivíduo é considerado hipertenso. Segundo o Dr. Ítalo, dores de cabeça ou torácicas, visão com pontos brilhantes, dificuldade para respirar e tonturas são os sintomas mais frequentes da hipertensão. Ele recomenda a ida ao médico regular, exames de rotina, a prática de esportes, ter uma alimentação saudável e buscar o equilíbrio mental.

A nutricionista Daniela Kumamoto aconselha que a “dieta [na hipertensão] deve enfatizar o consumo de frutas, hortaliças e laticínios com baixo teor de gordura; incluir a ingestão de cereais integrais, frango, peixe, leguminosas, vegetais, frutas e oleaginosas faz a diferença, porque são ricos em fibras, minerais, como cálcio e potássio, e antioxidantes. Todos nutrientes que melhoram a circulação do sangue, ajudando a baixar e regular a pressão arterial.”

Ela também afirma que é importante diminuir a ingestão de industrializados, como refrigerantes e fast food. Do mesmo jeito, alimentos ricos em gordura saturada e sódio, como carne vermelha, linguiça, charque, bacon, entre outros, podem favorecer o aumento dos níveis da pressão arterial, facilitando a formação de placas de gordura nas artérias.

Lembre-se prevenir é sempre o melhor caminho. Por isso, siga essas dicas à risca e veja sua saúde bater mais forte.

Gostou do texto? Continue a sua leitura conferindo a nossa última matéria, que abordou o modelo de gestão itinerante adotado no nosso hospital. Siga o Memorial no Instagram e acompanhe todas as novidades em primeira mão.



novembro 25, 2021 Cuidando Bem de Você

A cada 38 minutos, um homem morre no Brasil devido ao câncer de próstata, sendo este o câncer mais comum entre o sexo masculino. No Novembro Azul, fica clara uma mistificação da população masculina em relação aos cuidados com a saúde. Afinal, torna-se muito mais difícil de se detectar doenças quando não se é feito o exame de rotina a partir dos 45 anos de idade. Assim como qualquer assunto pertinente à saúde, precisamos falar sobre isso.

O que é a próstata?

A próstata é uma glândula presente no corpo dos homens, localizada entre a bexiga e a pélvis, que pesa 20 gramas e essa glândula começa a se desenvolver a partir da adolescência com a presença do aumento de testosterona. Ela tem a importante função de produzir parte do esperma e alimentar os espermatozoides.

Quais os sinais de alerta para o câncer ou outras doenças da próstata?

Os sintomas que acometem as doenças da próstata são muito parecidos, e por isso é muito importante a realização do exame de toque regularmente a partir da idade recomendada. Alguns dos sintomas mais comuns são:

  1. Dificuldades para urinar;
  2. Vontade frequente de urinar, principalmente à noite;
  3. Sensação de bexiga cheia depois de urinar;
  4. Dor ao ejacular ou urinar;
  5. Presença de sangue no sêmen;
  6. Impotência ou dificuldades para manter a ereção;
  7. Dor na região dos testículos, próximo ao ânus.

Se você já sentiu algum desses sintomas, procure um médico especialista.

Alguns exames feitos para detectar problemas na próstata:

Toque retal: exame de toque através do ânus para avaliar o tamanho da próstata;

PSA: exame de sangue que contabiliza a quantidade de proteína presente na próstata;

Exame de urina: usado para detectar bactérias detectáveis apenas na presença do câncer.

Cuide-se, os exames são feitos rapidamente e são muito importantes pra ajudar a diminuir o número de pessoas que sofrem com o câncer doloroso de próstata. Sua saúde também importa. Incentive as pessoas próximas a você.




SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS





VOCÊ SABE QUE PODE CONTAR