Notícias


outubro 25, 2021 Notícias

Anualmente, gestores, colaboradores e representantes da classe médica brasileira se reúnem no CONAHP, o Congresso Nacional de Hospitais Privados. Criado com o objetivo de abarcar debates sobre os cenários e tendências da área da Saúde, ele é realizado oficialmente pela Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp).

A cada nova edição, o evento traz palestras, workshops e conversas sobre o presente e o futuro do segmento hospitalar, promovendo sempre a inovação e o aprendizado coletivo. E em 2021, mais uma vez, o CONHAP contou com a participação do Memorial, através da presença do nosso CEO, Rogério Guariniello.

Em um mercado em constante transformação, acompanhar cada mudança de perto significa preparar o nosso hospital para os desafios do amanhã. Por isso, neste último fim de semana (18 a 22), expandimos a experiência do CONAHP àqueles que fazem a diferença conosco.

Trazendo o CONAHP a João Pessoa: saiba tudo sobre o Conapinho

Devido à pandemia, o congresso inaugurou um novo formato de transmissão digital das apresentações recebidas ao longo de seus 2 dias de curso, democratizando o acesso. Abraçando essa nova fase do CONAHP, lançamos o Conapinho, uma oportunidade de integrar a equipe do Memorial ao conteúdo lançado no evento.

Assim, durante o mês de outubro, incentivamos os membros do nosso time a se inscrever e a assistir online, no ambiente do próprio hospital, a programação completa do CONAHP. Todas as apresentações geraram discussões relevantes e ideias que nos guiarão aos próximos passos enquanto instituição de saúde.

Possibilitar tal envolvimento é, para nós, uma incrível forma de potencializar o conhecimento e permitir que mais soluções surjam enquanto seguimos adiante.

O Memorial Tá ON

A mesma ocasião foi, ainda, utilizada para aproximar a equipe do Memorial ao propósito do hospital nas redes sociais. Através de um pequeno treinamento, mostramos que a mensagem de cuidado que espalhamos há mais de 45 anos pertence a todos que, aqui, salvam vidas. E todos podem compartilhá-la.

Acima de tudo, o projeto “Memorial Tá ON” deixou claro a importância de vermos a família que somos sempre unida, seja nas telas ou no coração das pessoas. Afinal, avançar é um atividade que praticamos juntos, dia após dia.

Gostou da matéria? Continue a sua leitura conferindo o nosso último informativo, que abordou a importância do autocuidado durante o Outubro Rosa. Siga também o Memorial no Instagram e acompanhe todas as novidades em primeira mão.



outubro 19, 2021 Cuidando Bem de Você

A radiologia intervencionista é uma especialidade que ganhou enorme força no mundo e no Brasil em meados da década de 1980, quando as angioplastias, stents e embolizações vasculares ganhavam sedimentação científica e popularidade. A busca permanente por conhecimento fez com que profissionais de várias partes do país se reunissem, periodicamente, para discutir imagens, casos, complicações e soluções através de métodos minimamente invasivos. As imagens eram produzidas por equipamentos como os raios-x, a ultrassonografia e até mesmo a tomografia, motivando a composição do Clube de Angiografistas, na época capitaneado pelo saudoso Renan Uflacker (um dos baluartes da especialidade no mundo) que, anos mais tarde, em 1997, transformou-se na Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular (SoBRICE).

 

Trata-se de uma especialidade híbrida, em constante desenvolvimento, para qual convergiram profissionais de diversas áreas como a radiologia e diagnóstico por imagem e, da cirurgia vascular. Tendo. A “Pedra Angular” de sua atuação é a realização de diagnósticos e tratamentos utilizando equipamentos geradores de imagens, por meio de acessos vasculares percutâneos dos diversos órgãos. A evolução tecnológica aplicada ao diagnóstico por imagem vem otimizando a elucidação diagnóstica nesse sentido. Tal evolução, aliada à maior capacitação profissional, vem impulsionando grandes mudanças sob as abordagens para tratamento graças ao surgimento permanente de procedimentos menos invasivos e traumáticos, portanto, mais confortáveis e principalmente mais seguros.

Visando exatamente trazer à população paraibana o que há de mais moderno na medicina, a ENDOVASC conta com o melhor corpo de especialistas devidamente titulados e reconhecidos pela SOBRICE, única sociedade brasileira com habilitação para atuar nas mais variadas patologias e promover soluções otimizadas em íntimo contato com vários especialistas e especialidades.

Nesse sentido, pode-se atuar com auxílio de várias especialidades como as seguintes:

– Hepatologia: na realização de ablações por radiofrequência, quimioembolizações por cateter para tratamento de tumores hepáticos, bem como na realização de biópsias ou colangiografias para confirmações diagnósticas sobre o tecido hepático e sobre as vias biliares.

– Ginecologia: através do tratamento das varizes pélvicas e solução de suas causas, na realização de embolizações de artérias uterinas para tratamento de miomas sintomáticos como alternativa a soluções cirúrgicas, bem como podemos atuar sobre a obstetrícia na solução de hemorragias puerperais de difícil controle.

– Cirurgia geral: podemos colaborar quanto aos sangramentos digestivos tanto para suas confirmações diagnósticas quanto para realização de embolizações para cessação dos referidos sangramentos ou para drenagem de abscessos intracavitários de maneira minimamente invasiva.

– Pneumologia e cirurgia torácica: para investigação diagnóstica e tratamento das mais variadas causas de hemoptise e no diagnóstico histopatológico e ablação terapêutica de tumores de pulmão.

Sendo assim a radiologia intervencionista se estabelece como uma importante arma no tratamento de inúmeras patologias, nas mais variadas topografias do corpo, dentro das diversas condições patológicas, praticamente sobre todas as especialidades, visando sempre soluções eficazes e minimamente invasivas voltadas ao completo e rápido reestabelecimento dos pacientes, mesmo quando sob condições significativas de comprometimento à vida.

 



outubro 19, 2021 Cuidando Bem de Você

Há alguns anos celebramos a conscientização e prevenção de doenças através das campanhas mensais de saúde. Sinalizadas por cores, todos os meses, pelo menos, uma campanha é contemplada. Com o foco em incentivar o cuidado com doenças graves, e temas poucos discutidos na sociedade, os meses coloridos contribuem de forma estratégica para a adesão do público.

Campanhas mais famosas

A campanha em prol da conscientização, diagnóstico e prevenção do Câncer de Mama, e recentemente, do Colo do Útero propagada como Outubro Rosa foi uma das primeiras campanhas a ganhar grandes proporções e abrir espaços para as demais causas. Juntamente com o Novembro Azul que traz destaque para a prevenção do Câncer de Próstata.

Impacto e engajamento nas campanhas coloridas

A mídia em geral é uma ótima aliada para difundir a importância desses temas. Com o passar dos anos, as ações ficam cada vez mais abrangentes e chegam a novos patamares. Com a grande influência de personalidades através dos ambientes digitais, várias campanhas contam com Embaixadores famosos que conseguem converter as mais diversas audiências em favor da divulgação, realização de exames e, consequentemente, alcançar com muito êxito os objetivos da campanha.

Pandemia como fator agravante

É totalmente perceptível o quanto a pandemia afetou diversas áreas da vida cotidiana. E no caso do impacto das campanhas não foi diferente, […] os dados do Hospital do Amor de Campinas refletem os números registrados pelo Ministério da Saúde. No período de janeiro a julho deste ano (2020), na comparação ao mesmo período do ano passado houve uma redução de 47% no número de exames feitos na rede pública através do SUS. […]¹. Esse dado é o reflexo das ações presenciais que não podem acontecer, o fator isolamento que indica a ida ao médico/hospitais apenas em casos necessários. Mas, com o avanço da vacinação a retomada da socialização fica mais próxima e a expectativa é de que as campanhas possam voltar a ter um grande impacto social e na saúde dos brasileiros.

Prevenção de Janeiro a Dezembro

As instituições de saúde e outras organizações sociais são as principais fomentadoras das campanhas e conseguem criar com autonomia os planos de ação para elas. Mas a mensagem que fica para a população é que de Janeiro a Dezembro temos lindas causas sendo defendidas e uma oportunidade de quebrar tabus, obter informações e cuidar mais da sua saúde, tanto física quanto mental.

No Hospital Memorial São Francisco trabalhamos com afinco nas campanhas do Outubro Rosa, Novembro Azul e Dezembro Vermelho. Com a missão de sempre estarmos prontos para cuidar, há 46 anos cuidamos dos pessoenses com foco no atendimento humanizado em Cardiologia, Ortopedia e Neurologia.

Conheça mais sobre o nosso Hospital no Instagram @hospitalmemorialsf.

(83) 4009.6130

¹ trecho retirado da matéria: https://portalcbncampinas.com.br/2020/11/pandemia-derruba-pela-metade-o-numero-de-exames-no-outubro-rosa/



outubro 19, 2021 Cuidando Bem de Você

Outubro Rosa

 

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), os cânceres de mama e de colo do útero são os mais incidentes em mulheres no mundo, alcançando a marca de aproximadamente 2,3 milhões de novos casos em 2020, sendo também os que mais causam óbitos entre essas mulheres.

No Brasil, o câncer de mama ainda tem maior incidência nas regiões Sul e Sudeste, mas na região Norte o câncer do colo do útero ocupa o primeiro lugar.

Como funciona o câncer no nosso organismo?

O câncer é o crescimento exacerbado de células em alguma região do corpo, formando tumores que podem ser extremamente maléficos e dolorosos e que podem se estender por todo o organismo.

As principais causas do câncer de mama, especificamente, é a idade e fatores endócrinos. Por isso, a prevenção é arma mais forte contra esse mal que assombra milhares de mulheres pelo mundo.

As doenças cardiovasculares e o câncer de mama estão relacionados?

Pesquisadores da UFU, Universidade Federal de Uberlândia, alertam para o risco de doenças cardiovasculares em mulheres que sobreviveram ao câncer.

Um desses riscos provém de alguns medicamentos usados no tratamento da doença causando alterações na saúde do coração e levando ao possível desenvolvimento de problemas como AVCs, arritmias e infartos. Por isso, o acompanhamento de um cardiologista é primordial na luta contra o câncer, alertam os pesquisadores.

Qual a importância do Outubro Rosa? 

O câncer de mama e de colo de útero são neoplasias muito destrutivas para a população. Além de trazer dores e incômodos permanentes, o câncer também pode ser hereditário. Por essa razão, o Outubro Rosa busca trazer ações de prevenção e conscientização da população para que os casos sejam menos letais.

Como prevenir?

Como para qualquer doença, a prevenção é a melhor forma de tratamento e ajuda muitas mulheres a terem uma expectativa maior de vida.

Dentre os métodos adotados, os que mais surtem efeito entre a população que possui predisposição ao câncer são:

1. Controle de peso;

2. Autoexame (feito em casa e sem muita dificuldade);

3. Evitar excesso de bebidas alcóolicas e tabagismo;

4. Exercícios físicos e boa alimentação.




SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS





VOCÊ SABE QUE PODE CONTAR